segunda-feira, 19 de novembro de 2007

SAÚDE E BEM-ESTAR

Até a bem poucos anos era comum recomendar-se às grávidas que se poupassem fisicamente ao máximo que pudessem. Hoje em dia muitas mulheres trabalham até pouco tempo antes do nascimento, continuam a fazer tarefas domésticas e tomam activamente parte na vida quotidiana. Nunca se esqueça: a gravidez não é uma doença, porém não deixa de ser importante que tome cuidados consigo e que encontre um equilíbrio entre fases de descanso e fases de actividade. Muitas mulheres encaram a gravidez como uma oportunidade para repensarem o seu estilo de vida e para tomarem decisões quanto a eventuais mudanças. Deixar de fumar, por exemplo, moderar ou abandonar o consumo de álcool e deixar de praticar um desporto mais arriscado. Nem sempre estas alterações são fáceis de pôr em prática. Consulte o seu médico e enfermeiro e peça o apoio dos seus amigos e família.

1 comentário:

ANA CAROLINA disse...

Aaain que foto lindaaa